terça-feira, 18 de novembro de 2008

Um misto de certezas e indagações

A construção desse blog tem apontado para uma série de questionamentos e evidências. Não há como negar a grandiosa relação, cooperação e interação existente entre o grupo quando o projeto de aprendizagem realizado condiz com os interesses, curiosidades e necessidades dos envolvidos nesse processo. Um blog (e conseqüente projeto de aprendizagem) demanda constante pesquisa, reflexão, análise, desconstrução e reconstrução. Para tanto, pensar nessa era da informação sem deslocarmos o conceito de conteúdos prontos e compactados para um olhar ao que realmente queremos aprender é desconsiderar todo esse mundo virtual que se apresenta fantasticamente em nossa sociedade.
Por tudo isso, acreditamos que, sem interação (interatividade mútua), as aprendizagens não são nada significativas.

[...] um software interativo é aquele que, entre outras características, contempla o aporte técnico do hipertexto, possibilitando ao usuário do programa indexar e buscar informações de acordo com o seu interesse, permitindo, dessa forma, que os conceitos a serem apreendidos, obedeçam à lógica do seu raciocínio e não à estabelecida pelo programador daquele software. (AIRES;ERN, 2002, p.82).

Nesse sentido, acreditamos que o blog precisa ser um sistema aberto, de fluxo dinâmico e interface virtual constante, possibilitando movimentação fácil aos usuários e oportunizando relações significativas entre os saberes apresentados. Tendo essas certezas em mente, percebemos que já está mais do que na hora de educadores (re)pensarem suas práticas educativas tecnicistas e tradicionais. É tempo de educadores compreenderem que:


Os ambientes educativos devem ter como foco central a autonomia, a criatividade e o espírito investigativo. Com esse desafio presente, o professor precisa optar por metodologias que contemplem o paradigma emergente, a partir de contextualizações que busquem levantar situações-problema, que levem a produções individuais e coletivas e a discussões críticas e reflexivas, e, especialmente, que visem à aprendizagem colaborativa. (BEHRENS, 2005, p.77).

Precisamos mudar, transformar e qualificar!

Para maiores aprendizagens, acesse:

http://www.unisinos.br/pastanet/arqs/0716/2622/softwares_educativos.pdf

http://portal.mec.gov.br/seed/arquivos/pdf/2sf.pdf






2 comentários:

Paula disse...

Pessoal!!
Os blogs de fato são instrumentos muito interessantes e interativos. Essas ferramentas devem ser bem exploradas por nós para que possamos ensinar nossos alunos/futuros alunos a usarem essa ferramenta de forma positiva em suas vidas.
Gostei muito do texto que vcs postaram aqui. Parabéns!!

Julia disse...

Obrigada colega!
São tentativas, resquícios de esperança!
Ficamos feliz com tua colaboração!