quinta-feira, 25 de setembro de 2008

E nossos pequenos?

O que as crianças, em especial, da Educação Infantil pensam/acham/fazem com essas tecnologias virtuais? Esses pequeninos “merecem”/estão aptos a utilizar esses recursos digitais na sala de aula? E o professor da educação infantil está preparado para um trabalho virtual? Como essas aulas de informática vêm acontecendo nas escolas?

...Inquietações constantes de nosso projeto...

Pensar sobre a educação infantil juntamente com a educação digital nos faz refletir sobre uma série de preocupações que “fervem” dentro das instituições escolares. Temos computadores, conhecemos esse mundo virtual e nos apropriamos (?) de que forma desse meio?

Embora o temor quanto à passividade cognitiva das crianças na Internet não seja uma preocupação freqüente em razão do caráter interativo do meio, é evidente que elas não devem ser abandonadas diante do computador como se este fosse a velha babá eletrônica, agora upgraded. (GIRARDELLO, 2005, p.3)

Estamos utilizando as aulas de informática nas escolas para quê? Que objetivo temos ao colocarmos os pequenos da educação infantil na frente de um computador? Será que não estamos fazendo desse momento tão essencial em um passa-tempo para nossas crianças? Por que encontramos tantas dificuldades em trabalhar com essas tecnologias digitais virtuais dentro das escolas, tornando-as ferramentas quase que “inatingíveis” no meio escolar?

Poderíamos esperar assim que, com o tempo e a presença cada vez maior de espaços multimídia na escola, os meios digitais tendessem a perder a aura que de certo modo ainda os distancia da argila, dos pincéis e dos lápis de cor – distância que tende a ser sentida não pelas crianças que brincam, mas pelos adultos que planejam as atividades infantis. (GIRARDELLO, 2005, p.6).

Essas reflexões relevantes para quem almeja uma educação digital de qualidade na educação infantil podem ser aprimoradas com o auxílio de Gilka Girardello, em seu trabalho “Produção Cultural Infantil diante da Tela: da TV à Internet”. Um trabalho privilegiado que nos permite olhar atentamente ao mundo infantil, articulando essa cultural virtual com a vida de nossos pequenos.

Para aprofundamento do assunto, acesse o link abaixo e confira o trabalho de Gilka na íntegra:
http://revistateias.proped.pro.br/index.php/revistateias/article/view/158/155

2 comentários:

Daiana Trein εїз disse...

Parabéns pela caminhada meninas, é isso ai.. muita pesquisa e reflexão...

Um link interessante:

http://www.ipb.pt/~meirinhos/Inf_infantil.doc


beijos e bom trabalho!

Julia disse...

Obrigada Daiana!
Iremos nos apropriar desse texto também!